Carta ao Amigo Fiel: “Farei de ti pescador de homens!” (Lc 5,10)

Rialma , Outubro de 2016.

 

“Farei de ti pescador de homens!”  (Lc 5,10)

 

Querido (a) amigo fiel,

Deus lhe abençoe!

 

A graça do Senhor Jesus, o Amor de Deus nosso Pai e a unção do Espírito Santo estejam com você neste instante. À medida que você ler esta carta, Deus preencha seu coração com toda bênção e toda a paz que você precisa! Amém!

No mês de Outubro a Igreja nos recorda a beleza da nossa missão! Quando Jesus subiu ao céu deixou uma ordem bem clara aos discípulos: “Ide pelo mundo, pregai o evangelho a toda criatura!”(Mc 16,15) É lindo ver que nossa Igreja tem uma identidade missionária. Quem é batizado precisa crescer nesta consciência. O batismo nos torna filhos de Deus, templo do Espírito Santo e membros da Igreja. Como Igreja somos convidados a levar a alegria do evangelho a todos os homens e mulheres. Você já pensou a respeito da sua vocação missionária? Há alguns que receberam do Senhor o chamado para assumir essa missão em tempo integral! Exemplo disso são os missionários da comunidade de vida, que vieram morar comigo e dedicam todo o tempo para viver a consagração a Deus na vida missionária. Há aqueles da comunidade de aliança que consagram parte do seu tempo para a missão. Porém, preciso dizer que de alguma forma, cada amigo fiel também compartilha dessa identidade. Ao nos ajudar financeiramente, você – de alguma forma – também vai em missão com a gente!

Há quase 12 anos nós experimentamos o privilégio de ‘pescar homens’ através do anúncio do evangelho por meio do rádio e outros meios de comunicação. Nossa emissora de rádio funciona 24 horas por dia falando de Deus e de Seu Evangelho. Que lindo saber que tudo isso só é possível por meio da união de todos nós. O maior testemunho do evangelho é exatamente esse: nossa união para que Jesus seja mais conhecido e amado! Obrigado por fazer parte desta missão!

                Neste mês, mais do que nunca quero contar com você! Queremos manter e fazer crescer a ‘Obra Coração Fiel’. Isso é possível graças ao empenho de cada um. Você nos ajuda com a prece e a esmola santa. Há algumas semanas dei esmola a um mendigo quando estava em Goiânia. No fim do dia, ao fazer meu exame de consciência percebi um erro na minha atitude. Dei a esmola sem olhar nos olhos do irmão mendigo! Este é um perigo: dar a esmola quase que como uma forma de ‘desencargo de consciência!’. Não basta entregar a esmola, é preciso ‘olhar nos olhos’. Ter consciência do que está fazendo. Tornar o gesto algo mais humano e menos mecânico. Eu aprendi a lição! Já não faço mais assim! Tenho certeza que este pequeno testemunho serve para animar você a transformar sua esmola santa num gesto cada vez mais ‘amigo’, cada vez mais ‘humano’! Deus lhe pague por tudo que você tem feito por esta Obra. Contamos com você e com sua fidelidade!

 

Receba meu abraço e minha bênção!

No Coração de Jesus,

 

Pe. Delton Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *