Jovens de movimentos e novas comunidades enviam carta ao Papa

Belém (RV) – Jovens participantes do II Encontro Nacional de Jovens dos Movimentos e Novas Comunidades (ENJMC), realizado em Belém (PA) de 14 a 19 de julho, redigiram uma carta a ser enviada ao Papa Francisco, aos Bispos e jovens do Brasil. Nela, relatam a experiência vivida no evento e afirmam que acreditam numa transformação com base na comunhão de carismas.

“Convidados a sair para anunciar a vida de Jesus Cristo, nós entendemos ser possível intensificar uma revolução pelo amor e pela unidade, mesmo na diversidade”. Os participantes do encontro eram cerca de 300 líderes de mais de 44 expressões eclesiais da Igreja no Brasil.

Os representantes recordam as palavras do Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013, realizada no Rio de Janeiro, quando o Pontífice exortou os jovens a serem “protagonistas na história”.

Contam ainda como foi a experiência missionária realizada na cidade de Belém, na qual foram até realidades de exclusão social e existencial. “Saímos ao encontro dos nossos irmãos que estavam nas ruas, nas feiras, nos bares, nas ilhas, nos abrigos, nas comunidades, nos barcos, nos ônibus. As realidades que encontramos nos levam a um estado permanente de missão”. Os jovens ressaltam que nesses ambientes, mesmo diante do sofrimento, encontraram um povo devoto e acolhedor.

Diante dessa experiência, retomam um trecho da encíclica Laudato Si: “Por isso a Igreja, com a sua ação, procura não só lembrar o dever de cuidar da natureza, mas também ‘sobretudo proteger o homem da destruição de si mesmo’”
Por fim, os jovens agradecem ao Pontífice por acreditar na juventude e ver nela o presente e o futuro da Igreja, e pedem suas orações.

O documento será encaminhado ao Vaticano pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Confira a carta na íntegra.

(MJ/Acidigital)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *