Na comunicação, o que conta é a ‘criatividade da graça’

Cidade do Vaticano (RV) – Neste domingo, 8 de maio, celebra-se o 50º Dia Mundial das Comunicações Sociais e a mensagem do Papa Francisco para a ocasião, neste ano jubilar, tem o tema “Comunicação e Misericórdia: Um Encontro Fecundo”.

Vivido na misericórdia, diz o Papa, este ano deve nos abrir mais ainda ao diálogo, para melhor nos conhecermos e compreendermos; e eliminar todas as formas de fechamento e desprezo violência e discriminação.

“Em rede, também se constrói uma verdadeira cidadania, ela pode ser bem utilizada para fazer crescer uma sociedade sadia e aberta à partilha”, escreve.

Dom Darci José Nicioli, arcebispo de Diamantina (MG), e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reitera que o uso das redes sociais, na comunicação, deve ser orientado pelo coração do homem. “Se por um lado elas podem favorecer relações, por outro, geram também polarização e divisões. Não são os recursos que determinam a eficiência na evangelização, mas a criatividade da graça”.

Já Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro (RJ), especialista em comunicação, foi o presidente da Comissão Episcopal para a Cultura, Educação e Comunicação da CNBB, por dois mandatos consecutivos, de maio de 2003 até maio de 2011. Ele ressalta a importância que o Concílio Vaticano II atribuiu às comunicações, criando o documento ‘Inter mirifica’.

Por: Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *