O Advento está chegando!

Sem-Título-1Quando vai se aproximando o final do ano parece surgir um clima novo, surge uma expectativa nova. É tempo de fazer balanço, pensar naquilo que realizamos e que ainda temos que realizar. Esperamos ansiosos pelo Cristo que vai nascer! Nosso coração é renovado, somos visitados pelo clima acolhedor do Natal que esta para chegar!

Em nossa Igreja começa o tempo do Advento! Com quatro semanas antecedendo o Natal, o Advento inicia um tempo novo na Igreja, um novo Ano Litúrgico. Este tempo nos prepara para acolher o Senhor que vem. É um tempo de espera e esperança, de atenção e vigilância.

Esperar uma pessoa especial e querida requer cuidadosa e alegre preparação, como uma noiva que se enfeita ansiosa e feliz para a chegada de seu amado, como um incansável vigia anseia pelo amanhecer, como a terra seca deseja ardentemente a chuva para o germinar das sementes.

O Advento nos mergulha no mistério da “vinda” do Senhor, significa vinda, chegada. Celebramos o Senhor que veio um dia e entrou na nossa história, que vem cada dia e nos encontra onde estamos e que virá no fim dos tempos para julgar os vivos e os mortos. Nas duas primeiras semanas do Advento, vigilantes e alertas, esperamos a vinda definitiva e gloriosa do Cristo Salvador, e nas duas últimas, lembrando a espera dos profetas e de Maria, preparamos mais especialmente o seu nascimento em Belém.

Alguns símbolos, gestos e ações expressam mais intensamente a verdade dessa espera, ajudando-nos a vivê-la em nossas celebrações: O símbolo principal é a Eucaristia, o sacramento da espera: “Até que ele venha”; Advento é tempo especial de escuta, de atenção, de “gravidez” da palavra: que o verbo se faça carne em nós. A comunidade reunida para a escuta da Palavra e para a ação de graças é sinal sacramental da espera e da chegada do Senhor; O canto e as músicas têm papel importante, evocando os temas bíblicos aprofundados, de expectativa pela vinda do Reino;  a cor roxa na mesa da Palavra, nas vestes e no altar traz aos olhos o sentido de uma alegre espera; a coroa do Advento, feita com ramos verdes, com quatro velas que progressivamente se acendem a cada domingo; É importante preparar um presépio, lembrando a simplicidade da família de Nazaré; a novena de Natal, feita em grupos, é uma maneira de intensificar a espera e alimentar a esperança da libertação.

 É importante não confundir Advento com Natal. São tempos distintos, embora seja uma preparação, o tempo do Natal só se iniciará  na tarde do dia 24 de dezembro e se estende até o dia do Batismo do Senhor!

 Vivamos bem e preparados para o Deus que virá! O Deus conosco: Deus Emanuel!

 Amarília Freire

Missionária Coração Fiel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *