Papa Francisco: não há melhor remédio que a ternura e proximidade

Sem-Título-2O Papa Francisco visitou, neste sábado (11/07), o Hospital Pediátrico Niños de Acosta Nú, em Assunção, Paraguai. O pontífice visitou o setores de internação, reanimação e oncologia do hospital.
O Santo Padre falou espontaneamente, sintetizando o discurso, que foi entregue, preparado para a ocasião.
Francisco recordou o Evangelho em que Jesus se zangou com os discípulos porque queriam impedir as crianças de ir até ele. “Não significa que ele não gostava dos mais velhos, mas que se sentia feliz quando estava no meio das crianças. Fazia-Lhe muito bem a amizade e companhia delas”, disse.
Jesus disse aos discípulos e diz também a nós hoje que devemos voltar a ser como crianças para entrar no Reino dos Céus. Temos de aprender com elas.
“Devemos aprender de vocês, de sua confiança, alegria, ternura; de sua capacidade de lutar, de sua fortaleza e capacidade incomparável de resistir”, frisou Francisco.
“Mães, pais, avós, sei que não é nada fácil estar aqui. Há momentos de muita dor, incerteza. Há momentos de forte angústia que oprime o coração, e há momentos de grande alegria. Os dois sentimentos coexistem, estão em nós. Mas não há melhor remédio que a sua ternura e proximidade. Alegra-me saber que vocês se ajudam entre famílias para prosseguir e atravessar este momento.”
O Francisco agradeceu aos médicos, enfermeiros e demais funcionários do hospital por sua vocação de serviço, que ajuda não só a curar, mas também acompanha a dor de seus irmãos. (MJ)

Fonte: Rádio Vaticano

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *