São José o Servo Fiel

Quando nossa comunidade surgiu a quase 12 anos, além do recurso ao exemplo do então falecido Papa João Paulo II, todos nós nos debruçamos em prece suplicando a intercessão de São José. Na ocasião eu pude escrever uma novena que se tornou nossa prece comunitária através da meditação a respeito do adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Os católicos não adoram os santos. Adoramos somente a Deus! Não temos outro mediador entre nós e o Pai a não ser Jesus Cristo. Só Jesus é o mediador entre Deus e os homens (1Tim 2,5). Mas e entre os homens e Jesus? Temos os santos! Podemos recorrer aos santos e implorar favores divinos. Os santos ‘conversam’ com Jesus a nosso respeito, a essa atitude chamamos: intercessão. Assim como um subalterno não fala diretamente ao presidente da empresa, mas sim ao seu gerente, na vida espiritual podemos recorrera ‘amigos mais adiantados na fé ‘(santos) para pedirem por nós junto a Cristo. Dentre todos os santos que podem falar de nós a Cristo há um lugar privilegiado para Nossa Senhora que é a Mãe biológica Dele. Depois dela Maria Santíssima o ser humano mais próximo de Jesus foi seu pai adotivo: São José.

O propósito máximo  da vida de São José foi ‘ser o servo mais íntimo’ de Jesus Cristo, o verbo encarnado. Por quase 30 anos José acompanhou, protegeu e assistiu a Jesus Cristo que crescia em virtude, sabedoria e graça (Lc 2, 52). Na atitude de ‘servo’ São José soube ser obediente. Por várias vezes teve a visita do Anjo que o instruía quanto ao que fazer diante da gravidez de Nossa Senhora, a perseguição de Herodes e o momento de retornar a Nazaré. Em todas as circunstâncias são José foi ‘obediente’. Um servo de verdade não deve desprezar essa virtude: a obediência. Em cada etapa da missão que São José assumiu, conseguiu cuidar perfeitamente de Jesus e Maria. Além disso, é importante citar que sua qualidade de Servo não se resumiu apenas ao quesito obediência e zelo. Ele também soube ser ‘devoto’ perfeito. Consagrou toda sua vida a serviço do Senhor: o sono, o descanso, o trabalho, os sofrimentos… Sempre fiel em seus deveres, sacrificou-se totalmente em favor de Nosso Senhor e Nossa Senhora. Hoje podemos rezar: “ São José louvo a Deus por ter feito de vós o Servo Fiel e Justo. Confiado na providência de Deus e conhecendo sua Santa vontade, sede meu intercessor em minhas necessidades corporais e espirituais, para imitar vossa generosidade e para alcançar a graça de ser, também eu, servo fiel a Deus! : São José, rogai por nós!” (Novena de São José, Pe. Delton Filho).

Reze conosco a novena de São José neste link

Seu irmão,

Pe. Delton Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *