Transforme em hábitos as virtudes que estão dentro de você!

Quando você recebe um elogio, como se sente? Consegue reconhecer isso em si? Se sim ou não, conve­nhamos: é bom saber que alguém nos admira e que temos coisas boas dentro de nós, não é mes­mo? Isto é verdade, para mim e para você: temos coisas boas em nós!

No Japão, por exemplo, muitos dos grandes atletas recor­dam sua trajetória esportiva: des­cobriram que eram capazes, trei­naram ‘pesado’, desenvolveram as qualidades, corrigiram os erros, não foram sempre os melhores, mas chegaram aonde estão hoje. Tempo, determinação e perseve­rança: três palavras que acompa­nham a virtude.

No sentido cristão, pessoa virtuosa é aquela que “tende ao bem, procura-o e escolhe-o na prática (…) livremente”; buscan­do “tornar-se semelhante a Deus” (cf. Catecismo 1803-1804). Por que ‘semelhante a Deus’? Porque Deus, na pessoa de Jesus, é a maior prova de alguém completo, realizado, na prática da virtude. E, sem Ele, não conseguimos ser vir­tuosos.

Que tal uma dica, para começar hoje e agora? Acrescen­te:

  • Organização ao tempo: te­nha um horário pessoal, um cro­nograma de suas atividades, com horários bem definidos para as mesmas;
  • Firmeza à determinação: ‘Co­meçar é de muitos, ir até o fim é para os valentes!’, diz um santo. Diante dos possíveis obstáculos, fracassos, não perca a motivação: “Quero ser como Jesus!”, que foi feliz neste caminho. “Quero ser bom!”;
  • Alegria à perseverança: a tris­teza pode te impedir de ir até o fim. Lembre-se: “A alegria do Se­nhor é a nossa força.” (Ne 8, 10).

A Igreja nos recomenda a leitura da vida dos santos, que buscaram imitar Jesus na prática das virtu­des: com certeza irá te ajudar nes­te propósito! Por onde começar? Um grande amigo, durante os anos de Marinha, aprendeu: “Ar­rumar a cama: coisa simples, não é? Mas já é a primeira missão!” Não se esqueça: está dentro de

Discípulo Yudi Scalco

Comunidade Coração Fiel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *