Homenagem a Dom Messias Dos Reis Silveira

Dom Messias,

Há um tempo para cada coisa, diz o Livro do Eclesiastes. Um dia o recebemos para celebrar pela primeira vez aqui neste lugar, claro nosso quintal era ainda mais simples que hoje, mas havia em nosso coração uma grande alegria, estávamos recebendo nosso pastor, que chegou de mansinho, olhando discretamente tudo, com os óculos de Jesus, observando os detalhes.

Um dia na sala de nossa casa, logo nos primeiros tempos de sua chegada à nossa diocese, o sr. disse “aqui eu vejo o dedo de Deus”. Os dias se passaram, meses, anos, acolhidas, longas conversas, gostosas risadas, sorrisos e alegria… lágrimas… o sr. chorou junto com a gente quando, em um dos momentos mais difíceis que enfrentamos, com o afastamento de nosso fundador da casa mãe de nossa comunidade, o sr se aproximou ainda mais e como um pai nos abraçou, durante onze meses… como esquecer seu carinho, seu cuidado de pai?

Que alegria, quando entre um sorriso, disse ao nosso pai fundador para rever o estatuto de nossa comunidade, pois o sr iria aprová-lo… mais lágrimas, só que dessa vez de alegria… muita alegria… que bonito ouví-lo dizer “não vejo mais o dedo de Deus, mas a mão inteira nesta comunidade… Esta obra é uma obra de Deus e ela faz bem para nossa Igreja…”. Obrigada, querido pai, amigo… pastor…

Um dia fomos a Guaxupé acompanhar seus últimos dias de “padre Messias” e vimos, testemunhamos, registramos sua sagração como o Bispo “Dom Messias”… acompanhamos seus passos, sua chegada a Uruaçu, com sorriso nos lábios e agora, com lágrimas nos olhos e coração cheio de gratidão, acompanhamos sua partida… O sr. vai Dom Messias, mas sabemos que existe entre nós algo mais forte, nossa própria vocação, nosso desejo de “querer o que Deus quer.. fazer o que Deus faz…” sabemos que nisto consiste a verdadeira paz!

Desejamos que sua caminhada seja ainda mais fecunda, que seu desejo de fazer a vontade de Deus conquiste e reconquiste muito mais corações para Cristo e Sua Igreja e que o sr. não se esqueça, nunca da semente que aqui plantou. Nós te amamos querido pastor. Te amamos muito e posso falar em nome também de nosso fundador, somos gratos por tudo que fez, faz e, cremos, ainda fará!

Receba nosso respeito, carinho, admiração e gratidão… Somos gratos a Deus por nos ter concedido esse tempo a seu lado e cremos que Deus o envia para um povo que necessita, hoje, mais do que nós, da sua presença, do seu pastoreio. Vai em paz! Somos felizes por saber que o sr ofertou tudo pelo tudo maior que é Deus sem nada pedir em troca.. sem se queixar apenas desejando querer o que Deus quer, fazer o que Ele faz!

Obrigada! Deus lhe pague! Deus lhe abençoe e ilumine em sua nova casa, com seu novo rebanho! O sr. vai, a saudade fica, mas nos encontraremos, todos os dias, na mesa da Santa Eucaristia! Vai em paz!

Comunidade Coração Fiel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *