3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira

Primeira Leitura (At 8,1b-8)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

1bNaquele dia, começou uma grande perseguição contra a Igreja de Jerusalém. E todos, com exceção dos apóstolos, se dispersaram pelas regiões da Judeia e da Samaria.

2Algumas pessoas piedosas sepultaram Estêvão e observaram grande luto por causa dele. 3Saulo, porém, devastava a Igreja: entrava nas casas e arrastava para fora homens e mulheres, para atirá-los na prisão. 4Entretanto, aqueles que se tinham dispersado iam por toda a parte, pregando a Palavra. 5Filipe desceu a uma cidade da Samaria e anunciou-lhes o Cristo. 6As multidões seguiam com atenção as coisas que Filipe dizia. E todos, unânimes, o escutavam, pois viam os milagres que ele fazia.

7De muitos possessos saíam os espíritos maus, dando grandes gritos. Numerosos paralíticos e aleijados também foram curados. 8Era grande a alegria naquela cidade.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Responsório (Sl 65)

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira.

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira.

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: “Como são grandes vossas obras”!

— Toda a terra vos adore com respeito e proclame o louvor de vosso nome!” Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens”!

— O mar ele mudou em terra firme, e passaram pelo rio a pé enxuto. Exultemos de alegria no Senhor! Ele domina para sempre com poder!

Evangelho (Jo 6,35-40)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 35“Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede. 36Eu, porém, vos disse que vós me vistes, mas não acreditais. 37Todos os que o Pai me confia virão a mim, e quando vierem, não os afastarei.

38Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. 39E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. 40Pois esta é a vontade do meu Pai: que toda pessoa que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna. E eu o ressuscitarei no último dia”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Nasceu no ano de 1102 perto de Viena, numa família que buscava a Deus. Com vinte anos ele entrou para a vida religiosa. E mais tarde, seus pais e sua única irmã, também ingressaram na Ordem da qual fazia parte. Todos se tornaram religiosos.

Ele viveu um longo tempo num convento, depois transferido para outro, como superior, nas montanhas de Tarantásia. Ali, na sua vida religiosa, eucarística, mariana e obediente às regras, fundou obras sociais.

Ganhou simpatia e conquistou o coração das autoridades para Cristo. Assim, somando a caridade que reinava em seu coração e a ajuda material de muitos outros, quem era beneficiado era o pobre. Chegou a criar um grande hospital.

São Pedro foi um homem pacificador. Peçamos a intercessão do santo de hoje para que, onde quer que estejamos, sejamos sinais de paz.

São Pedro de Tarantásia, rogai por nós!

Formações

O que é a Solenidade de CORPUS CHRISTI

Com calendário móvel, sempre celebrada na quinta feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, a Solenidade de Corpus Christi neste ano será celebrada no dia 20 de...

A Importância do Apoio Familiar no Tratamento da Obesidade Infantil

A obesidade infantil é uma doença crônica que se tornou um grave problema de saúde pública, algumas vezes por questões genéticas, mas quase sempre acompanhada por...

Nulidade de Casamento Católico

Padre, a Igreja pode anular meu casamento? Ele não deu certo! Tenho respondido muitas vezes esta questão que agora ofereço neste pequeno artigo, um dos assuntos no Direito...

Sobre o olhar materno da Mãe da Providência

Sobre o olhar materno da Mãe da Divina Providência, aquela que é atenta a todas as nossas necessidades e deseja que nós a busquemos, a invoquemos e solicitemos em tudo o...

MARIA Nosso modelo de Santidade

Sim! Temos em Maria um modelo de mulher, de mãe, mas princi­palmente de alguém que assumiu para si a vontade de Deus! Por que ‘modelo’? Porque eu e você também somos...

Fazer todas as ações com Maria

Há muito tempo eu conheço Maria, desde o ventre de minha mãe, porque ela teve complicações no parto e só com um grande milagre poderia conseguir sobreviver. Minha mãe...