Balanço de fim de ano!

Disseram-lhe os seus discípulos: Eis, que agora falas claramente e a tua linguagem não é figurada e obscura. Agora sabemos que conheces todas as coisas e que não necessitas que alguém te pergunte, por isso cremos que saíste de Deus. Jesus replicou-lhes: Credes agora!… Eis que vem a hora, e ela já veio, em que sereis espalhados cada um para seu lado e me deixareis sozinho, mas não estou só, porque o Pai está comigo. Referi-vos essas coisas para tenhais a paz em mim, no mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo. (João 16, 29-33)

Estamos nos aproximando do final do ano de 2013, ano da Resposta conforme nos propusemos. Este momento é oportuno para nos preparar para uma grande avaliação da própria vida, um verdadeiro ‘balanço de fim de ano. Assim como os comerciantes fazem para verificar as vendas, as sobras e o estado da mercadoria, para melhorar ganhos e evitar falência… Algo parecido precisamos fazer em nossa vida pessoal e espiritual!

Em cada missa fazemos, no ato penitencial, um ‘exame de consciência’. O balanço a que me refiro é algo semelhante. O ano que está por terminar exige de nós um grande exame de consciência! Para isso é preciso ter a coragem de parar, de reservar um tempo para este balanço mais aprofundado, uma avaliação de nossa vida para se viver intensamente as situações de final de ano e nos preparar para o ano vindouro.

Avalie os propósitos que você decidiu viver neste ano. As coisas que você quis melhorar, de fato melhoraram? E o que foi feito do propósito de acabar com aquele vício? E o desejo de melhorar aquela virtude? Voce alcançou a meta que se propôs em Janeiro deste ano? Se a resposta for sim, que tal traçar metas ainda mais altas para o próximo ano? Se a resposta for não, porque não aconteceu? É hora de evitar cair nos mesmos erros e prosseguir esperançosos para uma melhora na vida.

Faça este balanço com muita seriedade! Dobre os joelhos diante de Jesus, lembre-se que ele ordenou: “Coragem” (conforme o texto acima). Não tenha medo de ‘se enfrentar’.

Hoje mais do que nunca, o Senhor lhe visita e convida a fazer este balanço, esta mini prestação de contas. Sim. No final da nossa vida vamos prestar contas de tudo a Deus. Será a hora do nosso ‘juízo’. Fazer um bom balanço do ano é um ‘ensaio’ uma ‘preparação’ para o dia em que – diante de Deus – prestaremos contas da nossa vida aqui na terra! Leve muito a sério. Se alguém pode ignorar o balanço do fim de ano, deve saber que na hora do juízo final, não será possível ‘fugir’. Isso não deve nos causar medo. Pelo contrário, o Senhor nos permite fazer esta avaliação para que estejamos serenos diante dele que é justo e misericordioso. Quem não deve não teme! Se porventura você estiver ‘devendo’ algo, faça o balanço da vida e ‘restitua’ o que for preciso.

Que este balanço possa lhe ajudar a viver um ótimo natal e um ano de 2014 ainda melhor do que 2013. Cresça a nossa fé; torne-se vigorosa pelos propósitos renovados a cada ano.

Com benção,

Pe. Delton Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *