Palavra de Deus: Fonte de vida e esperança

Quanta força se pode experimentar a partir de uma simples palavra. O ser humano é capaz de se sentir ofendido por uma palavra dura. Outros sentem-se confortados por uma palavra de alento. Há quem se sinta feliz por uma mensagem carregada de afeto verdadeiro. Se é real o efeito das palavras meramente humanas em nós, o que dizer do efeito das palavras que brotam do ‘coração de Deus’? É exatamente isso. As Sagradas Escrituras são palavras que brotam do Coração de Deus. É bem verdade que elas estão marcadas pela subjetividade dos homens que a escreveram, mas a fonte é digna de admiração. Deus faz uso de homens para escrever sua Palavra, chamamos esses homens de ‘hagiógrafos’. Eles, sob a inspiração Divina, transformam em texto escrito aquilo que Deus lhes revela na alma.

Mas afinal, que efeito a Palavra de Deus pode produzir em nossa alma?

Em cada Santa Missa ouvimos após a proclamação do Evangelho: “Palavra da Salvação!”. Essa é a resposta mais correta. O maior efeito da Bíblia e nós é a Salvação! Sendo assim, os Sagrados Escritos são verdadeira fonte de esperança neste mundo que ‘desesperado’ por causa de tantos absurdos, ameaça duvidar de uma Salvação possível. A Salvação trazida pela Palavra nos introduz no mistério da Vida Eterna. Por isso, podemos afirmar que a Palavra é fonte de Vida. Vida Eterna!

Ao longo de cada dia, nossa comunidade faz o exercício de ‘guardar a Palavra’. A tentativa é de fazer com que ao menos um versículo da Bíblia sirva de ‘lente’ através da qual enxergamos a vida e as situações do dia. Um versículo que sirva de ‘peneira’ para nos ajudar a separar o joio do trigo, o bom do ruim, as situações positivas daquelas menos atraentes. É esse o jeito que encontramos para deixar a palavra transformar nossa jornada entre trabalho, oração, convivência e missão.

Deixo este testemunho para que você também possa testemunhar aquilo que nós já comprovamos em primeira pessoa: a Palavra de Deus é fonte de Vida e de Esperança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *