A vida consagrada, dom à igreja

No decorrer da história, o Espírito Santo sempre foi muito criativo, proporcionando à Igreja formas de evangelização próprias para cada época. Uma dessas maneiras é através da vida consagrada. A vida consagrada é um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito, onde os conselhos evangélicos, obediência, castidade e pobreza, próprios de Jesus, tornam-se visíveis no mundo e os fiéis são atraídos pelo mistério do Reino de Deus, através de uma variedade de carismas. A profissão dos conselhos evangélicos é parte integrante da vida da Igreja, à qual presta um impulso precioso em ordem a uma coerência evangélica cada vez maior” (Vita Consecrata, 4).

A vida consagrada acontece desde os primórdios da Igreja. Desde os tempos dos Apóstolos, virgens e viúvas cristãs, tomaram a decisão, de viver no estado de virgindade ou de castidade perpétua “por causa do Reino dos Céus”. Entretanto, a função de ajuda e apoio exercida pela vida consagrada à Igreja não se restringe aos tempos passados, mas continua a ser um dom precioso e necessário também no presente e para o futuro do Povo de Deus, porque pertence intimamente à sua vida, santidade e missão” (Vita Consecrata, 3).

Os consagrados são chamados a seguir a Cristo mais de perto, doando suas vidas a Deus, procurando alcançar a santidade através de uma vida de intimidade com Cristo e de serviço ao Reino Deus, anunciando e testemunhando o Evangelho a toda humanidade. Durante toda a história da Igreja, inúmeros frutos foram gerados pelos consagrados!

Você mesmo deve conhecer milhares de pessoas que tiveram um encontro pessoal com Jesus através do testemunho de vida de algum consagrado, de alguma ordem ou instituto religioso, sociedades de vida apostólica, institutos seculares e outros grupos de consagrados, como as novas comunidades (como a Comunidade Coração Fiel, por exemplo).

Portanto, também nos dias de hoje, necessitamos de consagrados santos! Consagrados que estejam dispostos a “perder a vida para ganhá-la” e a “renunciar-se a si mesmo e tomar a cruz a cada dia e seguir o Senhor” (Lc 9,16).  Intensifiquemos nossas orações para que o Senhor continue suscitando à Igreja, inúmeras vocações de pessoas dispostas a doar inteiramente através de uma consagração de vida.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL VITA CONSECRATA

Cláudio Chaves

Missionário da Comunidade Coração Fiel Elo Aliança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *