Administrador Diocesano, Pe. Francisco Agamenilton, faz balanço positivo da 271ª Romaria de Nossa Senhora D’Abadia de Muquém

Com o tema “Com Maria, batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo” aconteceu de 5 a 16 de agosto, a 271ª Romaria Diocesana de Nossa Senhora D’Abadia de Muquém, no município de Niquelândia (GO). A festa acolheu, como de costume, milhares de romeiros vindos das mais diversas cidades da Diocese de Uruaçu e de outras dioceses do estado de Goiás. “Quisemos com este tema já nos colocar em sintonia com o Mês Missionário Extraordinário convocado pelo papa Francisco para outubro deste ano. Então esta também foi uma marca e as homilias foram sempre voltadas para este tema de modo a despertar nos devotos de Nossa Senhora D’Abadia de Muquém a sua consciência de batizados e enviados e portanto, de missionários também”, afirmou o administrador.

Um traço peculiar deste ano, conforme destacou padre Agamenilton, é que esta foi a primeira romaria de Muquém celebrada sem a presença do bispo diocesano. “Pelo que me consta na história dessa romaria é a primeira vez que ela é celebrada sem o bispo diocesano. Estamos em sede vacante e coube a mim como administrador diocesano presidir as celebrações mais importantes e estar junto com Pe. Aldemir Franzin, reitor do Santuário levando adiante esta festa. Graças a Deus ocorreu tudo bem e durante todas as missas rezamos pedindo a Deus que nos envie a seu tempo um novo bispo, de modo que a gente espera que no próximo ano possamos celebrar a romaria de número 272 com um novo pastor, então estamos nas mãos de Deus”, enfatizou.

Pe. Agamenilton ressaltou que neste ano a festa teve um ganho muito importante com a presença das operadoras telefônicas Tim e Oi. “A comunicação foi possível entre tantas pessoas que estavam no santuário e longe. Foi uma das marcas da festa neste ano a questão da comunicação via celular e consequentemente por meio da internet também. É muito positivo porque a comunicação aproxima as pessoas, estabelece pontes, gera comunhão e isso tem muito a ver com o evangelho, porque favorecer a festa de Nossa Senhora D’Abadia de Muquém é promover o evangelho, no sentido de que ele gera comunhão e favorecer os meios de comunicação é gerar comunhão, por isso é muito positivo esse aspecto da romaria no ano de 2019”.

“A COMUNICAÇÃO APROXIMA AS PESSOAS, ESTABELECE PONTES, GERA COMUNHÃO E ISSO TEM MUITO A VER COM O EVANGELHO, PORQUE FAVORECER A FESTA DE NOSSA SENHORA D’ABADIA DE MUQUÉM É PROMOVER O EVANGELHO”

Por fim, ele agradeceu a todos os envolvidos na festa. “Em geral foi muito boa a romaria, eu parabenizo o Pe. Aldemir Franzin que é reitor do santuário e todas as equipes organizadas, montadas por ele. Meus parabéns às equipes que organizaram e levaram adiante essa romaria, parabenizo e agradeço muito a todos os envolvidos pela sua entrega, dedicação e serviço prestado a cada romeiro. Nossa gratidão a todos os padres, aos diáconos, a tantos leigos e ministros das paróquias da Diocese de Uruaçu que passaram pela romaria, a leigos e ministros de dioceses vizinhas que colaboraram para o bom êxito da romaria, principalmente aqueles que são invisíveis e ajudaram para que a festa acontecesse. De modo geral é isso que eu tenho a colocar sobre a romaria deste ano. Para mim foi uma graça muito grande no sentido de ter me colocado à disposição de Nossa Senhora para que as pessoas pudessem encontrar o seu filho Jesus por meio dos sacramentos, principalmente da confissão e da eucaristia. Foi uma festa muito abençoada, muito bem participada pelos devotos, muitas pessoas que vieram pela primeira vez ao Santuário”, concluiu.

Fonte: diocesedeuruacu.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *