O que é a Solenidade de CORPUS CHRISTI

Com calendário móvel, sempre celebrada na quinta feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, a Solenidade de Corpus Christi neste ano será celebrada no dia 20 de junho. Embora o nome da Solenidade já anuncie o que celebramos – o Corpo de Cristo – muitos fiéis desconhecem sua origem, celebração e mesmo a diferença entre a Instituição da Eucaristia e a celebração do Corpo de Cristo. Neste pequeno artigo quero trazer para você, leitor, estas preciosas informações sobre tão importante Solenidade do nosso calendário litúrgico.

ORIGEM

Instituída pelo Papa Urbano IV na bula TRANSITURUS DE HOC MUNDO de 11 de agosto de 1264, a Solenidade de Corpus Christi celebra a presença real de Cristo no Santíssimo Sacramento. Segundo registros da Igreja, em uma revelação particular, Santa Juliana de Cornillon teria recebido de Jesus o pedido para que fosse introduzida, no Calendário Litúrgico da Igreja, a Solenidade de Corpus Domini para “aumentar a fé, prosperar na prática das virtudes e reparar as ofensas ao Santíssimo Sacramento”. A Santa trabalhou em sua diocese de forma que, na Bélgica, Corpus Christi tornou-se uma Solenidade nacionalmente conhecida. Ainda que conhecida nacionalmente, a Solenidade ainda não pertencia ao calendário litúrgico oficial da Igreja Católica. Em 1258, Santa Juliana faleceu, 6 anos antes da instituição da Solenidade no calendário litúrgico da Igreja.

O MILAGRE E INSTITUIÇÃO

Um Padre Alemão, chamado Pedro de Praga, enquanto celebrava a Santa Missa, logo após a consagração, presenciou a Hóstia em suas mãos escorrer sangue. Perplexo, interrompeu a missa e pediu para ser levado à cidade vizinha de Orvieto, onde o Papa Urbano IV residia. Atendido pelo Santo Padre, que enviou equipe imediatamente para averiguar o fato, o padre fora acolhido. Tendo confirmado o fato tal qual o padre Pedro de Praga narrara, o Papa realizou uma procissão e introduziu as relíquias na catedral. Assim, incentivado por vários bispos diante do apostolado de Santa Juliana e frente a tão grande milagre, Papa Urbano IV instituiu a Solenidade de Corpus Christi em 11 de agosto de 1264 através da bula TRANSITURUS DE HOC MUNDO.

Poucos sabem, mas este fato é contemporâneo à Santo Tomas de Aquino, que foi convidado pelo Papa para compor os textos litúrgicos referentes a Corpus Christi, do qual sabemos que brotou os mais belos cânticos ao Santíssimo Sacramento, como o Tão Sublime, que cantamos até hoje.

PRESENÇA REAL DE CRISTO NA EUCARISTIA

Papa Francisco, durante procissão de Corpus Christi em 2018 nos exorta a viver com intensidade a espiritualidade Eucarística, que, conforme o pedido do próprio Jesus à Santa Juliana de Cornillon nos leva a reparar os ultrajes sofridos por Jesus na Eucaristia: “Queridos irmãos e irmãs, escolhamos este alimento de vida: ponhamos em primeiro lugar a Missa, voltemos a descobrir a adoração nas nossas comunidades! Peçamos a graça de nos sentirmos esfomeados de Deus, de nunca nos fartarmos de receber o que Ele prepara para nós.”

TAPETES

Tradição de origem portuguesa, trazida ao Brasil durante o período colonial, a prática de confeccionar tapetes é uma manifestação de arte popular e que orna o caminho por onde passa Nosso Senhor em procissão. Muitas paróquias até hoje se organizam para a confecção dos tapetes para esta Solenidade. Embora seja uma belíssima tradição, não pode roubar o centro da Solenidade que é o próprio Corpo de Cristo, que deve ser honrado publicamente.

INSTITUIÇÃO DA EUCARISTIA X

CORPUS CHRISTI

Muitos fiéis ainda têm dificuldades em diferenciar a Instituição da Eucaristia e a Solenidade de Corpus Christi. Para auxiliar nesta compreensão, quero fazer uma breve distinção: A instituição da Eucaristia é celebrada na Quinta-feira Santa, dentro do contexto do Tríduo Pascal, onde Cristo na Santa Ceia institui o Sacramento da Eucaristia e o próprio sacerdócio. Já a Solenidade de Corpus Christi é destinada a celebração do mistério do Corpo de Cristo, reavivar em nós o ardor por Jesus Sacramentado, presente em cada eucaristia, em cada missa, CORPUS CHRISTImas de forma pública em Corpus Christi, anunciamos ao mundo nosso amor a Jesus presente no Santíssimo Sacramento do Altar.

Celebremos com muita intensidade esta Solenidade. Adoremos Jesus e, com muito amor, busquemos reparar tantos ultrajes sofridos por Nosso Senhor, de forma particular, no Santíssimo Sacramento.

Fiel Oblato Paulo Franco

Comunidade Coração Fiel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *